Quando e Como Fazer um DOC?

Hoje em dia, com o grande fluxo de transações bancárias, que envolvem grandes valores entre contas e bancos diferentes, seria inviável sacar o dinheiro e ir depositar em outra agência, pois além do tempo desprendido para isto, ainda tem a questão da segurança, principalmente quando se trata de grandes quantias em dinheiro.

Para que o correntista não perca o seu tempo e não se sinta inseguro ao realizar suas transações, existem as operações de transferência eletrônica, que transferem diretamente o dinheiro de um banco para outro banco. É bem mais seguro, prático e rápido.

Tipos de Transferências Eletrônicas: Os meios mais utilizados para esse tipo de transação são a TED (Transferência Eletrônica Disponível), da qual já falamos em vários outros artigos do blog, e o DOC (Documento de Ordem de Crédito), que falaremos agora.

Em que Situação Faço um DOC?

Como já dissemos, ao abrir uma conta corrente em qualquer banco, você tem as opções de TED e DOC disponíveis. A opção por DOC ou TED é feita pelo próprio cliente, de acordo com as suas necessidades e/ou preferências para transações. O DOC geralmente é utilizado por quem quer que a operação seja compensada no dia seguinte e não tem urgência na operação pois leva um dia útil para compensação.

Além disso, é preciso atentar que o DOC só poderá ser feito em transações de baixo valor, abaixo de R$5.000,00. Então, outra opção é fazer o DOC quando o valor monetário é baixo.

Por fim, existem algumas restrições relacionadas à disponibilidade de canais de transação e tipos de conta. Em alguns casos, como a Caixa, que restringe os TEDs, deixando DOC como única opção.

Também pode haver diferença de valores nas taxas cobradas pelo banco, nesse caso o cliente pode optar pelo que mais lhe convém, valor ou tempo. Porém, na maioria dos bancos as tarifas para TED e DOC são as mesmas.

transferencias DOC

Saiba quando e como fazer um DOC

Onde e Como se Pode Fazer um DOC?

Geralmente as transações de DOC podem ser feitas nos caixas convencionais, caixas eletrônicos de autoatendimento e até mesmo pela internet ou aplicativos de celular. O valor das taxas varia de acordo com o meio escolhido. É bom informar que em todos os bancos, se for no caixa convencional, será cobrada a maior taxa.

Para fazer este tipo de operações são necessárias algumas informações como número da agência, número da conta, código do banco, CPF do titular da conta, COMPE ou ISPB, enfim, são os dados que tornam mais seguras essas transações.

Portanto, quando se fala em erro, normalmente está ligado a algum desses dados que tenham sido trocados. Por consequência, o DOC pode não ser autorizado, devido a dados incompatíveis, ou até mesmo, muito raramente, o dinheiro pode ir para alguma conta diferente. Por isso é imprescindível conferir os dados antes de realizar a operação, para evitar perda de tempo e estresse.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *