É possível fazer TED para contas no exterior?

Muitas vezes precisamos transferir algum valor em dinheiro de uma conta para outra, seja para fazer um pagamento, para enviar uma ajuda ou até mesmo como presente. Para fazer essas transferências para uma conta em um banco diferente do seu, é preciso utilizar o serviço de TED ou DOC, que são dois tipos de transferências entre bancos. TED significa Transferência Eletrônica Disponível. Atualmente é a forma de transferência de dinheiro mais usada pelos correntistas.

A popularização da TED se deu depois que ela deixou de ter um valor mínimo para transferência, ou seja, pode ser transferido qualquer valor de uma conta para outra. O que pode ocorrer é que algum banco defina um valor máximo para transferência por motivo de segurança, mas isso precisa ser informado ao seu cliente.

A TED é bem fácil e simples de se fazer e todos os bancos oferecem este serviço. O valor da transferência pode variar dependendo do modo que foi executado. E assim como outros serviços do banco, pode ter isenção ou taxas mais baratas em pacotes de conta. Verifique no seu banco quais são as suas tarifas e tente negociar taxas mais baixas para economizar. Um ou dois reais de diferença pode parecer pouco, mas se você faz muitas transferências, ao fim de um ano a economia pode ser enorme.

E TED para conta do exterior? Como fazer?

Muitos de nossos leitores têm essa dúvida quando precisam fazer uma TED para outro país. Afinal, com a globalização, as vendas internacionais e a quantidade de pessoas que saem do Brasil para morar no exterior aumentou muito. Esses fatores tornam as transações financeiras internacionais necessárias.

A questão é que não, não é possível fazer um TED para o exterior. Isso não quer dizer que você não terá como receber ou enviar dinheiro para fora do país. Apenas que o método da transação deve ser diferente. Nesses casos, é preciso fazer uma remessa para o exterior ou ordem de pagamento. Você passará pelo setor de câmbio de seu banco.

Saiba como fazer uma TED para fora do Brasil

Para fazer este tipo de operação você irá precisar de alguns dados como:

  • Nome do banco de destino;
  • Código SWIFT/BIC (Bank Identifier Code) que designa o banco do beneficiário do pagamento;
  • Endereço completo do banco;
  • Em caso de transferência para algum país dentro da Europa, deve-se ter o código IBAN (número de conta bancária internacional do beneficiário do pagamento);
  • Nome completo do destinatário;
  • Número da conta;
  • Endereço completo.

Na dúvida de algum destes dados, ou no caso de não conseguir os mesmos, entre em contato com sua agência bancária, que pode te ajudar nesse processo. Verifique as tarifas e taxas cobradas pelo seu banco, pois este tipo de transferência pode ter valores diferenciados.

Alguns bancos podem permitir o envio automático dos valores, sendo o processo praticamente o mesmo, inclusive oferecendo o serviço pela internet, caixas eletrônicos e também pelo caixa convencional. Basta selecionar a opção de transferência internacional ou transferência para o exterior e depois preencher os dados solicitados.

Após concluir a transferência é importante pedir ao receptor que confirme a entrada do valor na conta. Preencher os dados com cuidado evita qualquer tipo de engano e transtorno.

Pode demorar um pouco por se tratar de operação internacional, por isso, nunca deixe uma transferência de urgência para ser feita na última hora.

Comentários
  1. Nelson Frederico Pinto Basto

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *