O que significa COMPE ou ISPB: qual usar no DOC e TED?

Quando fazemos compras em um estabelecimento, temos algumas diferentes opções para pagamento: cartão de débito ou crédito, dinheiro em espécie, cheques, entre outros.

O cheque é uma ordem de pagamento à vista, e é uma opção de pagamento muito utilizada para grandes valores, ou quando não sabemos ao certo quanto em espécie iremos precisar. Há casos em que o estabelecimento por algum motivo não aceite a TEF (transferência eletrônica de fundos). Há casos em que o sistema da TEF por algum motivo pode estar fora do ar, então nesses casos de urgência, as pessoas normalmente recorrem à utilização de cheques.

Podemos dizer, que este é um dos meios mais “primitivos” quando falamos em pagamentos, que não sejam em dinheiro.

Falando desse assunto pode-se encontrar várias vezes o termo COMPE.

O que significa o termo COMPE?

COMPE (Sistema de Compensação de Cheques e Outros Papéis) é um código utilizado para identificação do banco. Esse código é composto por 3 dígitos.

Abaixo segue o código de alguns dos principais bancos do país:

  • Banco do Brasil – 001
  • Bradesco – 237
  • Caixa Econômica – 104
  • Itaú – 341
  • Santander – 033.

O que é ISPB?

Muitas vezes este código é confundido com o código do banco. O ISPB (Identificador do sistema de pagamentos brasileiro) é composto por 8 códigos e só será solicitado no caso da instituição financeira não possuir o COMPE.

Abaixo uma lista com o ISPB das entidades financeiras mais utilizadas do país:

  • Banco do Brasil – 00000000
  • Bradesco – 60746948
  • Citibank – 33479023
  • Santander – 90400888
  • Itaú – 60701190.
Compe ISPB

Verifique todos os dados antes de fazer a transferência

Geralmente, para fazer um DOC (Documento de Ordem de Crédito) ou uma TED (Transferência Eletrônica Disponível), será necessário um código identificador do banco. Geralmente o código utilizado é o COMPE, apenas em casos em que a instituição não tiver o mesmo, aí sim será utilizado o ISPB.

Ou seja, para qualquer transferência entre bancos, o COMPE ou o ISPB será utilizado obrigatoriamente. Então, sempre tenha esse número correto, para não haver nenhum equívoco durante a transferência atrasando a operação. Essa preocupação é válida para todos os dados solicitados (número de conta, agência, nome e CPF do titular). Um pouco de atenção antes, para não perder tempo com uma situação que pode ser evitada.

Qual desses códigos utilizar no TED ou no DOC?

Nessas duas operações podem ser utilizados quaisquer dos dois códigos, porém o mais utilizado é o COMPE. Em muitos casos o sistema do banco já puxa este código automaticamente, basta saber qual é o banco de destino da transferência.

O ISPB é geralmente utilizado em último caso, quando por algum motivo, o banco não tenha COMPE, o que é bem raro.

Essa situação se aplica tanto nos casos de DOC quanto TED. Sempre lembrando que é muito importante ter em mãos os códigos corretos, para não haver problemas nem atrasos devido à incoerências.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *